30 de novembro de 2021

BEATRIZ IOLANDA

Empreendedorismo é o nosso foco!

INVESTIMENTO ESG: Quais as vantagens para a tua empresa?

Que o investimento em ESG (sigla em inglês para governança ambiental, social e corporativa) é obrigatório na atualidade, todo mundo já sabe, mas ainda surgem muitas dúvidas na hora de entender os ganhos que a nova obsessão do mercado pode oferecer aos negócios.

Segundo Guilherme Teixeira, gerente de finanças sustentáveis da SITAWI, há evidências que mostram que as companhias conseguem, aplicando as práticas ESG, mitigar perdas, ter uma imagem reputacional melhor, eficiência no uso de recursos, funcionários mais motivados e apoio das comunidades para desempenhar suas atividades.

Sendo assim, listamos quatro vantagens que a sua empresa pode ter com investimento ESG:


BEATRIZ IOLANDA
Acesse nosso BLOG e siga-nos nas redes sociais.
Economia, negócios, mundo…


MELHORA NO DESEMPENHO FINANCEIRO 

Antes de mais nada, é preciso entender que quaisquer benefícios do investimento ESG podem se traduzir em questões econômico-financeiras e beneficiar também o investidor que apoia e direciona recursos para essas empresas e projetos. Os principais indicadores de bons resultados financeiros são os riscos que podem ser mitigados com boas práticas e as oportunidades de geração de valor.

Uma pesquisa de 2014 da McKinsey aponta que a execução eficaz do ESG pode ajudar a combater o aumento das despesas, afetando os lucros operacionais em até 60%. O mesmo estudo encontrou uma correlação significativa entre a eficiência de recursos e o desempenho financeiro e identificou uma série de companhias em setores que se saíram particularmente bem – precisamente as empresas que levaram suas estratégias de sustentabilidade mais longe.


BEATRIZ IOLANDA
Acesse nosso BLOG e siga-nos nas redes sociais.
Economia, negócios, mundo…


MELHORA DA IMAGEM INTERNACIONAL DA EMPRESA 

Ainda que no Brasil o investimento ESG seja incipiente, nos mercados de países mais desenvolvidos, existe uma maturidade superior no que diz respeito às práticas ESG, tanto no olhar de investidores, como no olhar de empresas.

Além disso, as principais agências classificadoras do chamado rating ESG – uma forma de tentar medir o quão aderente uma empresa é às práticas ESG – são internacionais: MSCI e Sustainalytics. Logo, uma classificação negativa pode pesar na imagem da companhia, assim como uma classificação positiva pode trazer visibilidade e reforçar a seriedade do negócio e o alinhamento com padrões internacionais.


BEATRIZ IOLANDA
Acesse nosso BLOG e siga-nos nas redes sociais.
Economia, negócios, mundo…


AUMENTO DA CONFIANÇA DO INVESTIDOR 

Segundo o relatório “MATERIALITY OF ESG: A PERSPECTIVE FROM BRAZIL”, da SITAWI em parceria com a UNEP Finance Initiative e a United Nations Global Compact, a prática de relatar a sustentabilidade está se tornando cada vez mais importante para a comunidade investidora. Além disso, o documento afirma que, para integrar fatores ESG em seu processo de tomada de decisão, os investidores precisam de informações de sustentabilidade e KPIs que provavelmente afetarão as avaliações da empresa.

GARANTIR A FIDELIDADE DO CONSUMIDOR 

De acordo com um estudo da First Insight, publicado no início de 2020, a geração Z (nascidos entre 1995 e 2010) está tomando mais decisões de compras com base em práticas sustentáveis de varejo do que as outras gerações: 62% dos participantes da geração Z (nascidos entre 1965 a 1980) preferem comprar de marcas sustentáveis, enquanto 54% da geração X e 44% da geração silenciosa disseram o mesmo. Já os Baby Boomers (nascidos entre 1946 a 1964) são os que estão menos preocupados com a sustentabilidade: apenas 39% da geração concorda com o posicionamento.

Uma outra pesquisa, conduzida pela McKinsey antes da pandemia, mostrou que os clientes afirmam que estão dispostos a pagar para “tornar-se ecológicos”. Foi descoberto que mais de 70% dos consumidores em compras em vários setores, incluindo automotivo, construção, eletrônicos e categorias de embalagens, disseram que pagariam 5% a mais por um produto verde se ele atendesse aos mesmos padrões de desempenho de uma alternativa não verde.

Segundo Amelia Miazad, fundadora do Business in Society Institute em Berkeley Law, o ESG está crescendo porque as externalidades negativas estão acelerando, mas também porque não há nenhum lugar para se esconder. “Por conta das mídias sociais, os riscos reputacionais estão enormes e as externalidades negativas estão sendo amplificadas muito mais rápido”, menciona.


BEATRIZ IOLANDA
Acesse nosso BLOG e siga-nos nas redes sociais.
Economia, negócios, mundo…


INVESTIMENTO ESG COM CONHECIMENTO 

A partir da construção de um relatório GRI, a sua companhia pode emitir bonds, pedir empréstimo ou prestar qualquer tipo de conta a órgãos reguladores, mercado, fornecedores, e até garantir um bom rating internacional.

Boa Sorte!

 

 


BEATRIZ IOLANDA
Acesse nosso BLOG e siga-nos nas redes sociais.
Economia, negócios, mundo…


 

 

Fonte: Associação internacional do comercio – Brasil / Amcham – Brasil