Como transformar um momento de crise em oportunidade

Por Alana Trauczynski*

Já vou começar lhe dizendo uma parada bem chocante: você tem medo da felicidade!Isso acontece com muitos de nós. A gente prefere ficar na merda quentinha, que é uma situação de merda, mas onde nos sentimos confortáveis. Assim não precisamos mudar nem entrar em contato com coisas dolorosas, não precisamos nos mexer (ah, vou sentir frio se sair daqui, ‘tá tão quentinho, tão aconchegante!). Sair daí demanda muita coragem. Muuuuuiiita. Até porque você será julgado e segurado por todas aquelas outras pessoas que preferem que você fique para que elas possam se sentir melhor por elas mesmas.

Fiquei sabendo agora há pouco que a palavra “crise” em japonês tem dois significados básicos, são eles: perigooportunidade. Achei isso o máximo, porque sempre comprovei na minha vida que essas coisas andam muito juntas mesmo. Nosso PIOR momento é também a nossa MAIOR oportunidade. O fundo do poço é o começo do lençol d’água. É por isso que fiquei inspiradaça para escrever este texto, porque ele vai como resposta às centenas de pessoas que me escrevem querendo colocar suas vidas em minhas mãos, como se eu pudesse dizer ou fazer algo para salvá-las. Mas gente, ainda não ficou claro? Só nós mesmos podemos realizar nosso processo, encontrar nossas respostas e caminhos. Mesmo porque a gente PRECISA deste momento para recuperarmos a nossa melhor versão, aquela que já nasceu com a gente e fomos destruindo com um monte de crenças burras, condicionamentos e medos. Mas já que todo mundo ama um bê-á-bá, resolvi dar umas dicas de como sair dessa bad e ressurgir das cinzas mais rápido:

1. Agradecimento

Agradeça este momento, ao invés de lutar contra ele. Isso está acontecendo para o melhor! Chore. Se entregue. Aproveite. Aprenda. Seja grato! Ao menos você não é uma ameba vivendo uma vida amorfa, sem obstáculos, sem emoções. Ainda bem que você está aí, só assim as coisas ficarão tão desconfortáveis que você terá MESMO que fazer algo para sair. A gratidão é uma das chaves. Enquanto houver luta, não há paz. Foque em tudo o que você tem e esqueça tudo o que falta.

2. Aceite, está tudo certo!

Você tem exatamente o que você precisa! Sua vida está exatamente como deve estar. A gente só consegue entender estes momentos cruciais ao olhar para trás, mas acredite em mim: um dia você vai rir muito desta merda em que se encontra. E vai fazer todo o sentido. É melhor uma crise existencial do que a paralisia cerebral.

3. Foda-se o que mamãe acha e o que o papai mandou

Ainda bem que os meus leitores já me conhecem, comigo não tem mimimi. Enquanto você estiver enjaulado na concepção de outra pessoa sobre o que seria bom para você nenhuma mágica vai acontecer. É hora de tomar 100% de responsabilidade sobre sua vida. Vai ser difícil e todas as artimanhas serão usadas para lhe confundir. Mas você vai escutar a voz certa desta vez: essa que pulsa aí dentro enquanto você lê estas palavras. A voz do entusiasmo, do que te motiva, do incerto, do pulo no desconhecido! Muitos já pularam para provar que dá certo. Por que essa estatística nunca é a que conta com os nossos pais?

4. Inspiração

Busque inspirar-se com quem pensa da forma que você quer acreditar. Gente, essa não é a hora de trocar uma ideia com a sua vó, a não ser que você tenha uma vó rock ñ roll e moderna. Não é hora de falar com aquele seu amigo de infância que casou aos 19, tem 4 filhos e uma vida segura. Ele vai te recomendar aquele emprego no banco. Aquele que você se sentiu repelido só de pensar, mas paga bem. Isso é uma armadilha! Pelo contrário, essa é a hora de você ler os livros, ver os filmes, fazer os cursos e ir atrás das pessoas que vão te encher de coragem para tomar os passos que você SABE que deve tomar.

5. Procura

Procure tudo aquilo que te diferenciava dos outros na infância. Entre novamente em contato com estas coisas que você negou dentro de si para se encaixar no “padrão”. O padrão é uma roubada. Você suprimiu seus diferenciais! Ainda há tempo de recuperá-los e tornar-se quem é. Não perca mais tempo. Toda essa confusão dentro de você precisa ser sentida e vista com lentes de aumento. Só quando você puder olhar de frente para todas estas emoções sem tentar fugir é que elas vão parar de boicotar a sua vida!

Saia logo desta prisão na qual você mesmo entrou e se trancafiou. Você tem essa chave.

* Alana Trauczynski é autora de “Recalculando a Rota: Uma louca jornada em busca de propósito”. Escritora, roteirista, tradutora, palestrante e globetrotter. Conheça-a!

Fonte: Nômades Digitais
Link: http://nomadesdigitais.com/como-transformar-um-momento-de-crise-em-oportunidade/