Em agosto a conta de luz ficará mais cara, com bandeira tarifária vermelha, patamar 1, tendo um acréscimo de R$ 4,00 para cada 100 kW/h consumidos. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), a justificativa do aumento este mês se deve ao período de seca nas principais bacias hidrográficas do país.

Em julho, a bandeira tarifária era amarela, com acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 kW/h consumidos. Geralmente esse é um valor que poucos se atentam, mas que pode causar danos nas finanças das famílias. Por isso, esse é o momento de redobrar o cuidado para que não haja susto na hora de pagar a conta.

Momento de economizar

Segundo dados do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), o chuveiro elétrico é um dos grandes vilões no preço da conta de luz, representando cerca de 25% do valor em uma casa com quatro pessoas. Por isso é preciso sempre ficar atento à duração dos banhos diários, mesmo que no inverno.

Outra medida que pode fazer a diferença é substituir as lâmpadas convencionais por lâmpadas de LED, que além de economizar muito mais energia, iluminam melhor e têm uma durabilidade maior, sem a necessidade de serem trocadas com tanta frequência.

Outras dicas

Em dias mais quentes, utilizar o ar condicionado para manter o ambiente climatizado é, sem dúvida, muito bom, mas é válido manter o aparelho entre 23ºC e 26ºC, pois quanto mais as temperaturas baixerem, o consumo tende a aumentar proporcionalmente.

Nem todos se atentam a esse detalhe, mas deixar aparelhos eletrônicos conectados na tomada, mesmo que desligados, gera o consumo de energia elétrica, portanto lembre-se de conectá-los apenas quando for utilizá-los.

Fonte: Jornal Opção
Link: https://www.jornalopcao.com.br/ultimas-noticias/conta-de-luz-ficara-mais-cara-em-agosto-200868/