Empreendedores – Adibe Khouri

Adibe 01A personalidade empreendedora de hoje é Adibe Khouri. Coordenadora do curso de Farmácia da faculdade Estácio de Sá de Goiás. Graduada em Química pela Universidade Federal de Goiás, bacharel em farmácia generalista pela Faculdade Estácio de Sá de Goiás) e Mestre em Ecologia e Produção Sustentável pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

PBI – Por que escolheste esta carreira?
Eu acho que a carreira me escolheu. Minha primeira graduação foi bacharel em Química, eu pensei que fosse atuar em laboratório e com o tempo eu descobri que amava sala de aula, coisa que, durante a minha graduação, eu nunca imaginei. Aí foi persistência, dedicação… e me encontrei dentro de uma sala de aula. Na docência da sala de aula até que eu chegasse à coordenação foi seguindo o curso natural. Fui sempre almejando crescer um pouco mais até chegar onde eu estou.

PBI – Quais os principais desafios que encontraste?
Muita dedicação, muito estudo, muita persistência pra saber o que a gente quer. Inclusive, quando fiz a minha segunda graduação, a minha meta era chegar onde estou hoje e, lógico, eu almejo, cada dia crescer mais. Se eu precisar desistir de algumas coias em prol de outras que vão me beneficiar na minha carreira, desisto e eu vou lutar pelo que eu quero.

Adibe 2PBI – Onde encontraste apoio?
Encontrei apoio na família, que eu acho que é o alicerce de tudo. Eu tive a minha família sempre muito presente, pais, irmãos e muitos amigos que andaram do meu lado e são eles que me apoiam.


PBI – Houve dificuldade por ser mulher?

Não encontrei dificuldade por ser mulher. Eu tive dificuldade com pessoas que queriam uma carreira, mas nem sempre se dedicavam e tentavam puxar o teu tapete, seja você mulher ou homem. Então, como mulher eu não encontrei dificuldade, mas como pessoa sim.  Eu encontrei muita gente que sorri na sua frente e tenta te derrubar por trás.


PBI – Como se encontra o mercado atual para quem escolhe seguir a mesma carreira?

O mercado em geral está difícil. Não tem um mercado bom. Educação está virando brincadeira, está virando um conto onde a gente não sabe onde é a parte séria. O que precisa é ter muita dedicação, muita força de vontade e pensar que sempre ter que construir algo melhor.

PBI – Qual a tua dica (ou dicas) de ouro para quem está começando?
Dedicação, muita dedicação. Muita meta. Eu brinco que tem duas diferenças, duas coisas importantes: a gente pode ter sonho e pode ter metas. O problema do sonho é que gente às vezes protela ele. Fala “isso não vai ser agora então eu vou deixar pra sonhar isso mais pra frente”, já a meta não, você determina o prazo para as metas. Então o que a gente tem que lutar é atrás de metas. Com dignidade e com ética você vai longe. Lute pelo que você quer sempre. Nunca deixe ninguém apagar seus sonhos.

Adibe 03