4 características das mães para o empreendedorismo

Bebé-e-sua-mãePor Felipe Guedes

1. DESPRENDIMENTO

As mães, pelos filhos, acabam, se necessário, deixando de se alimentar para cuidar da alimentação destes. Ignoram suas necessidades de bem estar pela qualidade de vida dos mesmos ou deixam de lado oportunidades de carreira. A verdade é que em um contexto empreendedor é essencial esta característica de desprendimento. Precisamos, muitas vezes, deixar de aproveitar oportunidades muito grandes que estão a nossa frente para se dedicar ao nosso projeto, ao que acreditamos.

Esta caraterística é essencial também no contexto de processos de gestão, principalmente de pessoas. Quando não nos se prendemos a questões materiais ou de poder, e prezamos pelo desenvolvimento da nossa equipe, podemos ir além de grandes resultados. Podemos consegui-los sem desgastar relações e equilibrá-los a qualidade de vida de todos, bem como de uma gestão menos dependente de nós como gestores.

Estas são características que compõe a base de uma equipe de alta perfomance.

2. CAPACIDADE DE PERDOAR

Por mais erros que seus filhos comentam as mães não se prendem a estes. Elas conseguem não somente perdoar como ver características positivas nos seus filhos muito além dos demais.

Para se tornar gestores promotores de inovação é essencial saber perdoar. Erros bem intencionados, objetivando fazer diferente do comum, são base para uma cultura de inovação. É preciso lembrar dos acertos da nossa equipe tanto quanto tanto, ou até mais, do que seus erros.

O perdão próprio também é essencial. Somos levados a acreditar que o sucesso é resultado da perfeição, mas a realidade é bem diferente. O sucesso é construído erros, fracassos e imperfeições. Precisamos nos perdoar e ir em frente, acreditando em nós mesmos mesmo nos momentos difíceis, em que não alcançamos os resultados desejados, esperados.

3. NÃO TER RECEIO EM REALIZAR ELOGIOS PÚBLICOS

É mais que um fato, a grande maioria das mães não têm receio em elogiar publicamente os seus filhos, na verdade elas têm até mesmo um grande prazer nesta atitude. Por mais constrangidos que elas os deixem. Elas também acabam mantendo uma constância nos elogios, algumas até mesmo exageram um pouco nesta, o que algumas vezes pode fazer com que os filhos reconheçam o carinho, mas nem tanto o elogio em si. O que não é de forma alguma ruim, quando se pensa neste contexto de família.

Em um contexto gerencial o poder de um elogio sincero pode ser incrível. A verdade é que, neste contexto, ainda mais nos tempos atuais, reconhecimento é um fator essencial para motivação da equipe. A ausência dele, de um reconhecimento mesmo que mínimo, é uma das grandes falhas de gestores, principalmente quando a equipe é composta nós, jovens, que prezamos muito por isso.

Em relação ao poder do elogio sincero, ele pode ser aumentado em muitas vezes vezes quando realizado de forma pública. Imagine a diferença entre um gestor em uma reunião pessoal elogiar, com sinceridade, um colaborador por algo que este tenha feito. Agora o mesmo elogio em uma reunião geral da empresa… É realmente diferente, não é mesmo?

E em relação a constância dos elogios, neste ambiente de negócios, ela não deve ser exagerada, para que não haja perda de credibilidade, mas deve existir e ser suficiente alta para que se transforme em uma base e amortecedor para os desafios negativos – problemas, reclamações, estresse, entre outros.

4. TER O AMOR COMO BASE

Pode parecer meio piegas, mas deixei esta característica por último por ser acredito ser a mais importante. Ela resume todas as demais e o amor de uma mãe a seu filho é algo realmente fora do comum. É algo que deveríamos ter como base para as nossas relações e para nossa vida.
Muitos pensam no amor como algo essencial em relações familiares e de amizade, mas torcem o nariz se alguém relaciona essa palavra ao meio profissional. Precisamos nos livrar um pouco deste preconceito e ter a visão de que é realmente uma palavra forte e que resume muitas coisas essenciais para o sucesso de um negócio, algumas que citamos aqui, como o perdão e o desprendimento, e além dessas muitas outras como a dedicação e o apoio mútuo.

Fonte:  Instituto do Eu
link: http://www.institutoeu.org/caracteristicas_mae_empreendedor/