Quase metade das mulheres já sofreram preconceito no trabalho

Mulheres-em-empresas-sem-fins-lucrativosApesar de as mulheres terem conquistado espaço no mercado de trabalho, o preconceito não deixou de existir. De acordo com uma pesquisa da revista Marie Claire e da organizaçãoEverywoman, ambas do Reino Unido, 46% sofreram sexismo (preconceito contra o sexo feminino) no escritório e 44% disseram que colegas homens já fizeram comentários inapropriados sobre sua aparência.

O levantamento ouviu a opinião de quase 3 mil mulheres entre 18 e 55 anos. Confira outros dados coletados sobre o assunto:

– 78% das entrevistadas afirmaram que ser atraente ajuda a se sair melhor no trabalho e, 60%, que as mulheres com sobrepeso são discriminadas;

– 63% acham que a idade da mulher é mais importante do que a do homem na empresa;

– 53% não pensam que a discriminação positiva (por exemplo, cotas de vagas para mulheres) seja algo bom;

– 71% discordam que devem dizer aos empregadores se planejam ter filhos; – 58% admitiram preferir trabalhar para chefes do sexo feminino;

– 61% acreditam que os homens têm melhores resultados na hora de conseguir aumento de salário e, 58%, para conquistar promoções;

– 66% acham que um mentor e networking são essenciais, apesar de 72% nunca terem contado com um mentor;

– A escritora JK Rowling, autora das histórias do bruxo Harry Potter, ficou em primeiro lugar na lista das mulheres de negócio que servem de inspiração, com 45% dos votos.

Fonte: Terra
Link: http://mulher.terra.com.br/carreira/quase-metade-das-mulheres-ja-sofreu-preconceito-no-trabalho,4a18e4ddfce27310VgnCLD100000bbcceb0aRCRD.html