capa_areas_inteligenciaPor Universia

Muitas são as definições que escutamos sobreque é a inteligência, inclusive tudo o que rodeia a esta temática costuma acordar grande interesse nas pessoas. Segundo suadefinição tradicional a inteligência é a capacidade de conhecer e compreender algo. A seguir te apresentamos 8 formas de favorecer à inteligência:

Que é a inteligência?: 1- As situações condicionam a inteligência

A ciência da aprendizagem (disciplina que adapta os métodos da ciência ao ensino e a aprendizagem) demonstrou que as pessoas estamos constantemente influídas pelas diferentes situações tanto externas como internas que vivemos a diário, inclusive estas são as responsáveis de evocar ou suprimir nossa inteligência. Isto é, que a inteligência em grande parte é produto das situações nas que nos encontramos.

Que é a inteligência?: 2 – As crenças podem influir na inteligência

O psicólogo Carol Dweck distingue duas classes de mentalidade: a mentalidade fixa, que assegura que a capacidade é fixa e imutável; e a mentalidade de crescimento, a qual sustenta que as habilidades se desenvolvem com a aprendizagem e a prática. Ambos tipos de mentalidades são importantes porque incidem na forma de pensar a respeito de nossas capacidades.

Que é a inteligência?: 3 – Conhecimento dos experientes

Segundo a psicologia da experiência os experientes não só sabem mais, sabem de forma diferente. A principal vantagem dos experientes é que seu conhecimento está bem organizado, o que lhe permite pensar e atuar de forma inteligente principalmente em sua área de especialização. Adquirir experiência é um processo que leva toda a vida, no entanto, um bom momento para começar é na etapa da universidade.

Que é a inteligência?: 4 – O atendimento influi na inteligência

Desde faz algum tempo se diz que quem nasceram na era digital são partidários da multitarea, isto é são capazes de realizar várias atividades ao mesmo tempo. No entanto, uma série de elementos que participam no processamento da informação não nos permitem prestar atendimento a duas coisas ao mesmo tempo. Por isso para maximizar nossa inteligência devemos enfocar nosso atendimento numa tarefa ao mesmo tempo.

Que é a inteligência?: 5 – As emoções incidem na inteligência

Quando pensamos no sucesso costumamos priorizar nossa racionalidade sobre nossas emoções, no entanto, a ciência da aprendizagem demonstrou que nosso estado de ânimo é uma das situações internas que mais incidência têm na forma inteligente com do que pensamos e atuamos. Por exemplo quando nossas emoções são positivas, costumamos pensar de uma maneira mais expansiva e criativa.

Que é a inteligência?: 6 – A tecnologia nos pode fazer mais inteligentes

Investigações da filosofia e a ciência cognitiva abarcam um conceito que se denomina mente estendida. O mesmo supõe que a mente não se detém no crânio, senão que se estende por todo nosso corpo, nossas ferramentas e inclusive outras pessoas. Por exemplo, quando se utiliza um aparelho tecnológico para conseguir algo, nosso cérebro designa uma série de neurônios para “representar” a esse determinado aparelho como uma extensão de nosso corpo.

Que é a inteligência?: 7 – Nosso próprio corpo pode contribuir à inteligência

A ciência da aprendizagem demonstrou que todos os aspectos relacionados com nosso corpo indicen diretamente ao cérebro. Por exemplo, uma boa nutrição, descansar a quantidade de horas necessárias, realizar exercício, entre outras atividades, geram que o cérebro funcione melhor e favoreça à inteligência.

Que é a inteligência?: 8 – As relações podem favorecer a inteligência

Nas relações de casal aparece um conceito denominado memória transitiva. O mesmo supõe que possivelmente uno dos dois é responsável de recordar o dia que se deve balançar o carro e o outro os aniversários. Isto é, que esta é uma forma de que as relações com o resto nos façam mais inteligentes.

Fonte: Universia Perú
Link: http://noticias.universia.edu.pe/translate/es-pt/en-portada/noticia/2013/08/07/1041362/8-formas-favorecer-inteligencia.html