9 dicas para não errar em etiqueta profissional

etiquetaApesar de características como competência, formação acadêmica sólida e bons  resultados no trabalho serem fundamentais para um profissional, seu  comportamento também conta muito para a conquista de uma vaga ou promoção, de  acordo com Lourdes Scalabrin, diretora de operações da Gi Group Brasil.

“Um colaborador com conhecimentos técnicos ou especialização, boa apresentação  pessoal e conduta adequada é desejo de qualquer empresa”, afirma a executiva.  Isso, porque o funcionário representa a imagem e a força motriz da empresa. Por  isso, além do cuidado com visual, a habilidade de se comunicar e de se  relacionar, para promover um ambiente saudável e produtivo de trabalho ainda são  características muito apreciadas pelos gestores. Mas cada qualidade pode ter um  peso maior ou menor conforme o cargo, departamento e a política da organização.

Como evitar gafes

Independentemente das atribuições ou área em que o colaborador atua, o segredo  para não errar na etiqueta profissional é usar o bom senso e respeitar a  política e a cultura da empresa. Para quem quer se destacar na empresa e diante  dos superiores, a Gi Group faz as seguintes recomendações:

1) Vista-se adequadamente. Use roupas e acessórios compatíveis com o  cargo ocupado, área em que atua e a cultura da sua organização. Evite decotes  profundos, saias muito curtas, peças justíssimas com cores muito vibrantes,  assim como o excesso de acessórios. E no caso dos homens, evite visual  extravagante e combinações inapropriadas como camisa de manga curta com gravata  e meias brancas esportivas com calça social.

2) Estabeleça relacionamento interpessoal saudável. Trate-os colegas de  todos os níveis da empresa e os subordinados com educação e simpatia. E por mais  descontraído que seja o ambiente de trabalho, evite brincadeiras que invadam a  privacidade dos outros.

3) Não confunda autoridade com autoritarismo. Lidere com exemplo.

4) Evite falar excessivamente sem perceber e se auto-promover.

5) Evite fofocas e fazer reclamações sobre a empresa, superiores e  situação em geral, só contribuem para denegrir a sua imagem.

6) Não utilize de forma abusiva os equipamentos da empresa, como a  Internet e telefone, para interesses pessoais e entretenimento. Se acaso o  profissional perder o foco em suas atividades por esses motivos, certamente terá  seu desenvolvimento profissional prejudicado.

7) Seja pontual nas reuniões e outros compromissos de trabalho.

8) Não atenda telefonemas durante reuniões, treinamentos, almoços com  clientes e eventos. Em caso de urgência, justifique-se, peça licença e se retire  do local.

9) Participar das festas e eventos de empresa também é imprescindível. Nestas ocasiões, tome cuidado para não abusar do álcool, exagerar nas  brincadeiras e ser o último a sair.

Fonte Adm.com