5 passos para fazer tua startup crescer

 amarelo-verde-azul-violeta-clip-art-pastas_417355Todo empreendedor quer ver sua empresa crescer. Alguns aspectos, no entanto, devem ser bem analisados antes de buscar um investimento para escalar o seu negócio. Um dos principais erros na hora de escalar uma startup, por exemplo, é tomar essa decisão de maneira precipitada.

Luciano Lacerda, presidente da Comunidade Tecnológica de Goiás (Comtec), afirma que o escalonamento de uma empresa é dividido em etapas.

Para Mauricio Galhardo, especialista financeiro e sócio da Praxis Business, todo mundo precisa participar do processo. “Escalar uma empresa é um esforço em conjunto das áreas de produção, marketing, comercial, logística e dos fornecedores”, explica

André Fiorini, cofundador da aceleradora Start You Up, acredita que, muitas vezes, o empreendedor tem a noção técnica do produto. “Mas, não tem muita noção sobre a precificação, marketing, ou o que fazer quando recebe um investimento”, explica. Seja uma startup ou uma pequena empresa,  saiba quais são as recomendações dos especialistas.

1. Estude bem o seu mercado

A falta de um embasamento do mercado pode resultar em uma grande dor de cabeça para o empresário “Muitos empreendedores têm o planejamento da cabeça dele, sem saber como é o mercado realmente. Precisa saber quais são os números de mercado e a previsão de crescimento”, afirma Fiorini.

Para ele, procurar informações sobre concorrentes e benchmarking é essencial para entender como o mercado se comporta. Após analisar o mercado é possível avaliar qual será o posicionamento da empresa para crescer, lançando um novo produto ou investindo no que ela já tem.

2. Entenda como a sua empresa funciona

Às vezes, é preciso dar um passo para trás para saber como progredir. Por que os clientes comprariam os meus produtos? “É comum uma empresa criar uma estratégia e vender muito, mas não tem capacidade para entregar”, diz Galhardo.

Para Fiorini, o empreendedor tem que ter todas as áreas do negócio sob controle. Caso contrário, mesmo com o apoio de um investidor-anjo, a empresa pode não crescer como esperado.

3. Invista em planejamento

O empreendedor deve ter claro o que ele precisa para crescer. É preciso investir em marketing, finanças ou vendas? Para Lacerda, é importante saber planejar por etapas e muitos empreendedores erram nesta tarefa.

No caso de startups, a partir do momento em que o investidor entrar em contato, ele vai querer saber qual será o próximo passo da empresa após receber o investimento. Por isso, é importante saber quais são as principais dificuldades e levantar possíveis soluções.

4. Faça testes

Fazer uma pesquisa com clientes ou fazer um piloto do produto são ações que podem ajudar quem deseja escalar o negócio. Com os testes, é possível identificar possíveis falhas em áreas chaves da empresa.

Para Lacerda, não é recomendável que o empresário foque somente na ideia de que o seu produto é bom. É preciso testar de verdade para comprovar.

5. Estude o investidor

No caso de startups, o sucesso do escalonamento da empresa pode depender do perfil de seu investidor-anjo. Fora o capital, o investidor tem que ser capaz de passar conhecimento para o negócio.

Fiorini explica que é preciso aproveitar ao máximo o networking do investidor. “Ele é uma figura chave e pode ajudar a posicionar melhor o produto no mercado”, explica.

Fonte Executi