8 erros imperdoáveis no escritório

redacao-empresarial-br-escolaCometer falhas é comum, mas certos erros são imperdoáveis no ambiente  corporativo. Por mais excelente que seja o desempenho profissional dos seus  colaboradores nas tarefas, alguns deslizes de comportamento podem comprometer  seriamente a imagem no escritório e até mesmo ser suficientes para a demissão.  Evitar tais problemas não é tarefa apenas de profissionais novos, mas algo que  até os trabalhadores mais eficientes devem permanecer atentos.

Confira oito erros imperdoáveis no escritório e como eles podem prejudicar a  trajetória profissional dos seus colaboradores:

1. Conduta sexual imprópria

Mesmo que as duas pessoas envolvidas estejam de acordo, os relacionamentos  pessoais devem ser mantidos a distância máxima do escritório para que nem o  trabalho, nem os relacionamentos sejam prejudicados.

2. Passar por cima dos outros

Ser bem-sucedido é objetivo de todo profissional, porém a carreira não deve  ser colocada acima do bem-estar de outros seres humanos, em hipótese alguma. A  pessoa pode até chegar à posição que deseja, mas estará lá sozinha e, se cair,  não receberá a ajuda dos “colegas” para se reerguer. 3. Se colocar como o centro

Sabe aquela pessoa que sempre transfere todas as situações, boas e/ou ruins,  para si, como se fosse o centro de tudo? Os colegas e superiores podem até  aquentá-la por certo tempo, mas mais cedo ou mais tarde algum comportamento será  suficientemente egocêntrico para que ela seja dispensada ou advertida.  Comportar-se de tal maneira, sem dividir projetos, conquistas e tarefas, pode  prejudicar o desempenho individual e da equipe de maneira profunda, abrindo mais  espaço para erros e falhas na comunicação.

4. Falta de atenção

Detalhes podem ser pequenos, mas definitivamente não são insignificantes.  Pelo contrário, falta de atenção aos detalhes pode custar o emprego. Não apenas  no trabalho, mas também em conversas, maneira de vestir e reações, os detalhes  são aquilo que fazem um profissional se destacar ou se rebaixar entre os outros  colegas do escritório.

5. Falta de controle emocional

Se um funcionário pode cometer erros imperdoáveis, não pense que os outros,  inclusive seus subordinados, também não podem. Lembre-se de que quem comete  erros não precisa de alguém explodindo de raiva, sem controle emocional em seus  ouvidos. Além da raiva, a frustração e outros sentimentos negativos devem ser  cuidadosamente expressados no ambiente de trabalho.

6. Braço curto

O famoso braço curto, ou preguiçoso, está presente em quase todos os  escritórios e é um verdadeiro atraso para qualquer processo. Em geral esse tipo  de pessoa pensa que ninguém nota a falta de cuidado e capricho em seus  trabalhos.

7. Olho gordo

A inveja ou famoso olho gordo transparece em detalhes, como na reação a  determinado comentário, especialmente se ele for um elogio para a vítima da  inveja. Verifique se seus funcionários adotam a postura adequada quando  sentem-se ameaçados por um colega.

8. Ego exagerado

Todos precisam de auto-estima e confiança, mas o ego exagerado ofusca  qualquer um. Além de atrapalhar seus colegas e prejudicar o relacionamento entre  a equipe, o funcionário acaba perdendo o respeito dos colegas e até mesmo a  credibilidade profissional.

Fonte: Santander