28 de outubro de 2021

BEATRIZ IOLANDA

Empreendedorismo é o nosso foco!

Inpe abre inscrições para curso online de astronomia e astrofísica

Se você é apaixonado por estrelas, planetas, cometas, galáxias, nebulosas e outros fenômenos fora da atmosfera da Terra, a hora para aprender com quem entende do assunto é agora. Estão abertas as inscrições para o 21º curso de introdução à astronomia e astrofísica, ministrado por pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

As aulas serão online e acontecerão às segundas, quartas e sextas, entre 9 e 20 de agosto. As inscrições vão até 20 de junho e devem ser feitas no SITE DO IMPE

Totalmente gratuito, o curso é direcionado aos professores do ensino fundamental e médio, com ligação à área de ciências. Estudantes universitários de exatas, que estejam no terceiro ano, também podem se inscrever, bem como profissionais que atuam com divulgação científica.

As aulas acontecerão por meio da plataforma Webex Meetings, em ambiente online privado. Inclusive, os participantes poderão interagir com mesas-redondas e apresentações. A carga horária é de 25,5 horas.

Fortalecimento dos aprendizados

A ideia do curso é, em especial, capacitar os professores que atuam com ciências em disciplinas como física, química, matemática e biologia a entender melhor a astronomia do dia a dia. Dessa maneira, os temas abordados estarão em sintonia com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do Ensino Médio.

Entre os assuntos, estão as estações do ano, calendário solar, fases da lua, eclipses, marés dos oceanos, sistema solar, dinâmica, formação dos planetas, entre outros.

A tradição desse curso é contar com algumas aulas presenciais, com oficinas temáticas, mas será inviável nesta edição por conta das medidas restritivas de combate ao coronavírus.

As aulas buscam capacitar educadores a entender melhor assuntos ligados com astrofísica e astronomia, como os eclipses solares. Imagem: Amanda Carden / Shutterstock

Quem já se capacitou reconhece a importância dos aprendizados, como aconteceu com a professora de física Nicolle Coutinho. “Tive um grande crescimento profissional por conta das aulas de altíssima qualidade. Os pesquisadores também são professores e sabem transmitir com qualidade as informações, que me ajudaram a tornar as aulas mais interessantes”, disse ela, à Agência Brasil. De 1998 para cá, cerca de 1,2 mil educadores já receberam essa capacitação do Inpe.