Café Empresarial da ACIRLAG recebe Secretária de Economia de Goiás

Na última quinta-feira aconteceu o Café Empresarial da Associação Comercial e Industrial do Leste de Aparecida de Goiânia contando com a presença da Secretária de Economia do Estado de Goiás, Critiane Alkimin Shimith e empresários da Região, bem como autoridades e representantes da imprensa goiana.

Durante o evento foram discutidas novas formas de apoio aos empresários locais, no sentido de desenvolver ainda mais a região que, naturalmente, já é ponto industrial estratégico em Goiás.

A secretária garantiu atender às demandas o mais rápido possível e garantiu um olhar diferenciado à região.

O presidente da Associação, Maione Padeiro declarou que está comprometido com a melhora e total apoio aos investimentos e infraestrutura para que a economia possa se desenvolver de maneira organizada e coerente com o bem-estar dos cidadãos.

A Associação dos Servidores Aposentados de Apoio Fazendário do Estado de Goiás foi criada na última segunda-Feira

A Associação dos Servidores Aposentados de Apoio Fazendário do Estado de Goiás foi criada na última segunda-Feira dia 08/Abr/2019, pelos antigos servidores da fazenda do Estado de Goiás. Na ocasião, foi eleita como presidente a Sra Meirevam Yamamoto.

A associação objetiva principalmente paridade salarial entre os ativos e inativos, bem como uma fonte de força e união em prol de lutar por mais direitos na Assembléia do Estado de Goiás.

O evento foi realizado no escritório da Advocacia Martins de propriedade do Advogado Délio Martins, no setor Jaó em Goiânia, contando com muitos interessados em se integrar à esta instituição.

O evento contou com várias autoridades presentes, como: deputados, vereadores, secretários e representantes de instituições relacionadas, onde os mesmos afirmaram total apoio no sentido de lutar pelos interesses da classe

Veja o vídeo da presidente.

Para entrar em contato com a Associação:
Meirevan Yamamoto (62 9 9973 0228)
Felipe Curado (62 9 991 0249)

ESocial: Cadastramento Termina Em 9 De Abril

Empresários optantes pelo Simples Nacional devem ficar atentos ao calendário do eSocial. Termina em 9 de abril o prazo para cadastramento no sistema e envio de tabelas. Esse grupo é formado ainda por empregadores pessoa física (exceto domésticos), produtores rurais pessoas físicas e entidades sem fins lucrativos. Segundo o Ministério da Economia, já são mais de 23 milhões de trabalhadores cadastrados na base do eSocial.

Para o processo de migração para o sistema do eSocial foram definidos quatro grupos de empresas. Cada grupo tem quatro fases para a transmissão eletrônica de dados. A primeira fase é destinada à comunicação dos eventos de tabela e dos cadastros do empregador. A segunda etapa engloba os eventos não periódicos, ou seja, o envio de dados dos trabalhadores e seus vínculos com a empresa. A terceira fase compreende os eventos periódicos: informações sobre a folha de pagamento. Na última fase são exigidas informações relativas à segurança e à saúde dos trabalhadores.

As empresas optantes pelo Simples Nacional fazem parte do terceiro grupo de empresas a migrar totalmente para o sistema do eSocial. A conclusão da inserção do primeiro grupo envolveu as 13.115 maiores empresas do país, que já estão transmitindo os eventos para o eSocial, com exceção das informações referentes à Saúde e Segurança do Trabalho (SST), que deverão ser enviadas a partir de julho de 2019.

Já o segundo grupo, composto de empresas com faturamento, no ano de 2016, de até R$ 78 milhões e não optantes pelo Simples Nacional, iniciará agora em abril a substituição da GFIP – Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) e de Informações à Previdência Social para recolhimento de contribuições previdenciárias. O quarto grupo, que iniciará o processo de cadastramento em janeiro de 2020, é formado por entes públicos e organizações internacionais. A última fase deste grupo está prevista para janeiro de 2021, data em que, segundo as expectativas, todo o processo deverá estar finalizado no Brasil.

Fonte: Ministério do Trabalho
Imagem: https://blog.sage.com.br/esocial-nao-deixe-pra-ultima-hora/

Brasil pode ter a pior década na Economia em pelo menos 120 anos, diz FGV

A economia brasileira poderá ter a pior década em, pelo menos, 120 anos, segundo um estudo publicado hoje pela FGV (Fundação Getulio Vargas). Entre 2011 e 2018, a economia brasileira cresceu, em média, 0,6% ao ano, de acordo com o estudo, que considerou dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O país pode ter seu desempenho, entre 2011 e 2020, abaixo, inclusive, do registrado nos anos 1980, a chamada “década perdida”. Na década de 1980, a economia cresceu, em média, 1,6% ao ano. Para a década atual não ser a pior em termos de crescimento econômico, 2019 e 2020 deve ter crescimento somado de, pelo menos, 5,7%, “o que parece bastante improvável”, diz o estudo.

Se for considerada a previsão de economistas para o PIB (Produto Interno Bruto) em 2019 (2,01%) e 2020 (2,8%), o Brasil chegará ao final desta década com crescimento médio de 0,9% ao ano. Esse resultado é o pior pelo menos desde 1901, ano em que a FGV começou a medir o PIB brasileiro.

“Então podemos concluir que os anos 2011-20 foram mais ‘perdidos’ do que a chamada ‘década perdida’ dos anos 1980”, afirmou a FGV. Últimos 4 anos foram os piores O desempenho da economia brasileira nesta década foi pior nos últimos quatro anos (de 2015 a 2018), período que estiveram na Presidência Dilma e Temer.

Fontes:
Texto https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/03/25/brasil-pib-decada-perdida-estudo-fgv.htm
Imagem http://candidolourencon.com.br/wordpress/?p=2284

IBGE – Curso gratuito de capacitação e recuperação automática

O que acha de aprender com o próprio IBGE a visualizar os dados do instituto?

Estão abertas, até quinta-feira (28/3), as inscrições para o primeiro curso online de capacitação no Sistema IBGE de Recuperação Automática – Sidra, a plataforma interativa de visualização de dados das pesquisas produzidas pelo instituto.

O curso conta com 600 vagas e carga horária de 15 horas.

ACIRLAG leva demadas à SEFAZ Goiás

Na tarde desta terça-feira (19/Mar/29) uma comissão chefiada pelo Presidente da ACIRLAG (Associação Comercial do Leste de Aparecida de Goiânia), Sr Maione Padeiro, filho do saudoso vereador Geraldo Padeiro, foi até a SEFAZ Goiás levando demandas de interesse da regão.

Muito se foi falado e discutido durante à reunião e a Secretária da Fazenda de Goiás, Cristiane Shimith, escutou cuidadosamente todas as informações apresentadas pelo grupo.

Foi deixada clara a intenção da ACIRLAG em promover o desenvolvimento de Aparecida e região e frisado que, para isto, seria necessário o apoio da SEFAZ Goiás nesta empreitada.

Grande empresários que acompanharam a visita, se mostraram confiantes ao final da reunião, onde a Secretária mostrou carinho e interesse pela associação e tudo o que ela vem promovendo para Aparecida de Goiânia.

A Secretária Cristiane Shimith foi convidada pela comissão para frequentar alguns eventos que serão promovidos pela ACIRLAG em Aparecida de Goiânia e a mesma aceitou prontamente comparecer para que sejam seladas mais parcerias entre a SEFAZ e os empresários que promovem e movimentam a economia local.

O Sr Maione Padeiro também informou que brevemente haverá novidades referentes aos benefícios gerados para os associados. E reforça que o interesse da ACIRLAG, antes de mais nada, é o progresso de Aparecida de Goiânia.

MCTIC lança programa para impulsionar negócios tecnológicos para mulheres empreendedoras

Durante as comemorações do Dia Internacional da Mulher, 08 de março, o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações lançou o Programa Empreendedoras Digitais em São Paulo.

Com a presença do ministro do MCTIC, Marcos Pontes, o evento contou com a participação de autoridades estaduais, municipais e personalidades que atuam na inclusão e desenvolvimento de ações afirmativas para mulheres.

O Programa Empreendedoras Digitais é uma iniciativa conjunta do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) em parceria com a Prefeitura Municipal de São Paulo, Agência de Desenvolvimento de São Paulo e com execução da Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex).


O Programa Empreendedoras Digitais promove o protagonismo feminino através do desenvolvimento de empresas de base tecnológica com presença de mulheres, seja na sua fundação e/ou em cargos de liderança e gerará cerca de 30 startups.

Propostas de todo o Brasil podem concorrer e serão acompanhadas em um processo de pré-aceleração onde possam ser impulsionadas e terem negócios organizados ao final do programa. Os projetos escolhidos também receberão uma premiação.

A assinatura do acordo na capital paulista contou com as presenças do Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, astronauta Marcos Pontes; do prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas; Aline Cardoso, Secretária Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho; Frederico Celentano, Presidente da Ade Sampa; Waldemar Barroso, Presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e de Ruben Delgado e Diônes Lima, respectivamente Presidente e Vice-Presidente da Softex.

O Secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTIC, Paulo Alvim, também participou do evento oficial de lançamento do programa e disse que “cerca de 20% da força de trabalho do mercado formal de tecnologia da informação é de mulheres, e nós queremos ampliar as oportunidades para este público e para as outras áreas tecnológicas”.

O portal para pré-inscrições de projetos já está ativo e recepcionando propostas no link:
http://empreendedorasdigitais.org.br/

Fonte MCTC
Link: http://www.mctic.gov.br/mctic/opencms/salaImprensa/noticias/arquivos/2019/03/MCTIC_lanca_programa_para_impulsionar_negocios_tecnologicos_para_mulheres_empreendedoras.html

Feirão de empregos gratuito será realizado em Goiânia

Os organizadores ainda disponibilizaram um modelo de currículo para que os candidatos preencham e levem na data

Mais um ‘Feirão de Empregos’ gratuito já tem data marcada para acontecer em Goiânia.

Será no sábado, 23, das 8h às 12h, na Rua São Bartolomeu, Qd. 34, Lt. 08, no Jardim Planalto, no prédio 2 da Faculdade Delta.

Trata-se do “ConectaRH – Evento de Empregabilidade & Gestão de Carreira”.

O evento levará empresas e consultorias de RH de Goiás para cadastro de currículos, realização de processos seletivos, entrevistas, palestras e workshops.

Os organizadores ainda disponibilizaram um modelo de currículo para que os candidatos preencham e levem na data.

RH

O objetivo é somar na empregabilidade dos candidatos e na conexão entre RH’s e candidatos, além de orientações de como se inserir no mercado de trabalho.

O evento, que é promovido pela Rh Positivo e pelaa Faculdade Delta e é gratuito, tanto para empresas como candidatos.

Para mais informações, acesse o site do evento.

Beatriz Iolanda Peixoto de Freitas
Economista
#beatriziolanda
EMPREENDEDORISMO É O NOSSO FOCO!!!…

Concurso Prefeitura de Itaberaí – Nível Médio e Superior

A Prefeitura de Itaberaí lançou edital de concurso público que preencherá vagas para níveis médio e superior.

As inscrições já estão abertas e poderão ser feitas até 27/03 por meio do site da Objetiva Concursos, organizadora do concurso.

Além disso, a prefeitura disponibilizou um computador na sua sede para que os cidadãos possam se candidatar.

O valor para a inscrição será de R$ 100 para os cargos de nível médio e de R$ 120 para nível superior.

Vagas

São 6 vagas distribuídas de 2 a 2 para as seguintes funções:

  • Analista ambiental – salário de R$ 1.850 (ensino superior);
  • Fiscal de tributos municipal – salário de R$ 1.412,24 (ensino médio);
  • E técnico ambiental – salário de R$ 1.150 (ensino médio).

Todas elas terão carga horária semanal de 40h.

Para as vagas de nível superior, serão aceitas as seguintes áreas de graduação:

  • biologia, geografia, geologia, agronomia, engenharia ambiental, engenharia sanitária, engenharia civil, engenharia de minas, engenharia florestal, medicina veterinária, zootecnia, química, engenharia química, pedagogia, serviço social, bioquímica, arqueologia, ciências sociais, historia, antropologia, saneamento ambiental, gestão ambiental, engenharia elétrica, ecologia, sociologia, ciências ambientais, cartografia, geoprocessamento ou direito.

As provas serão realizadas no dia 5/5.

Confira o edital completo do Concurso Público da Prefeitura de Itaberaí.

Boa sorte!
Beatriz Iolanda peixoto de Freitas
Economista
#beatriziolanda
EMPREENDEDORISMO É O NOSSO FOCO!!!…

Red Bull Amaphiko Academy lança oportunidade para novos empreendedores

👉🏻👉🏻 *OPORTUNIDADE* 👈🏻👈🏻
.
*Atenção Empreendedores,*
.
Red Bull Amaphiko Academy, *um programa de 18 meses que impulsiona pessoas com iniciativas, projetos e negócios de impacto social.*
.
Se souberem de pessoas com projetos com potencial de crescer, e que podem ir ainda mais longe com a ajuda da Red Bull, por favor, fiquem a vontade para avisar da oportunidade:www.redbull.com.br/amaphikoacademy
.
A Red Bull já está há 5 anos apoiando *empreendedores que estão colocando sua energia, talento e criatividade* na construção de projetos que promovem um mundo um pouquinho melhor. *No Brasil, já são 45 empreendedores impulsionados,* com iniciativas incríveis e agora o programa busca os próximos 15.
.
Então, se você souber de alguém com um projeto de *educação, esporte, cidades, tecnologia, mobilidade, moda, sustentabilidade, saúde, arte, cultura, dança, música, gestão de resíduos, gênero, gastronomia, energia, finanças,* que geram impacto social, esse convite é pra essa pessoa 
.
Inovação não tem CEP, pode vir de qualquer lugar. Então, pessoas de todas as cidades são bem-vindas a *inscrever seus projetos (até dia 12/abril).*
.
Abraços e boa sorte!
.
*Beatriz Iolanda Peixoto de Freitas*
Economista
#beatriziolanda
www.beatriziolanda.com
*EMPREENDEDORISMO É O NOSSO FOCO!!!…*

 

Imposto de Renda 2019: Receita libera programa para fazer a declaração

A Receita Federal liberou nesta segunda-feira o programa para os contribuintes fazerem a declaração de Imposto de Renda (IR) . Além de ser possível baixar o programa no computador, estará disponível o aplicativo para dispositivos móveis. Os formulários, no entanto, só poderão ser enviados a partir de 7 de março, depois do carnaval. O prazo termina em 30 de abril. Está obrigado a declarar quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018 — o mesmo valor do ano-base de 2017.

Diante de um calendário apertado — o carnaval vai “comer” uma semana do prazo da entrega —, é melhor começar logo a separar documentos e comprovantes.

Informativo – Propostas para evento

ATENÇÃO: Esta oportunidade tem validade até o dia 01/Mar/2019.

Estamos a solicitar orçamentos para evento empresarial que acontecerá em Goiania.

O evento destina-se ao aos jovens empreendedores.

As categorias são as seguintes:

01 – Buffet : coffee break para 1000 pessoas. Duas vezes ao dia durante 6 dias.

02 – Banda de musica: show de finalização do evento para média de 1000 pessoas.

03 – Equipamento de vídeo/Som (equipamento moderno): uso por 6 dias consecutivos das 08h às 22h (horário de Brasília)

04 – Gráfica: confecção de material gráfico de cursos, workshops, palestras e certificados, além de materiais diversos.

Prodecimento:

ATENÇÃO: Esta oportunidade tem validade até o dia 01/Mar/2019

Os interessados deverão entrar em contato pela nossa page de contatos para saber de todos os detalhes.

__________________________________

Beatriz Iolanda Peixoto de Freitas
Economista
#beatriziolanda
www.beatriziolanda.com
EMPREENDEDORISMO É O NOSSO FOCO!!!…

Twitter: @beatriziolanda
Instagram: @beatriz_iolanda
LinkedIn: Beatriz Iolanda
Facebook: Beatriz Iolanda
YouTube: https://www.youtube.com/user/beatriziolanda

 

Quebrando muros: Igualdade de gênero nas empresas em debate

No Dia Internacional da Mulher, o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) promove debate sobre a igualdade de gênero no mundo corporativo.

Com o tema “Empresa, substantivo feminino”, o debate será conduzido pela presidente do CEBDS, Marina Grossi, com a presença das CEOs Tania Cosentino, da Microsoft, e Teresa Vernaglia, da BRK Ambiental.

O debate é o primeiro de 2019 da série Quebrando Muros, projeto do CEBDS que leva às empresas discussões sobre sustentabilidade social e ambiental por meio de temas transversais a todas as áreas. O debate é aberto ao público em geral, com vagas presenciais limitadas e transmissão ao vivo pelo Facebook do CEBDS.

Inscreva-se AQUI

Como encontrar um mentor?

Beatriz Iolanda Peixoto de Freitas
Economista, Master Coach , Consultora Empresarial, Professora Universitária, Escritora e Roteirista

Mentor é uma palavra utilizada geralmente para definir aquela pessoa que vai te inspirar, te ajudar a crescer e te dar feedbacks à respeito de tua evolução. Saiba como conseguir um.

Para se empreender às vezes são necessários conhecimentos que nem sempre estão disponíveis ou com fácil acesso no mundo dos negócios. encontrando um mentor, para que o mesmo possa fornecer essas preciosas dicas, aumenta a tua chance de sucesso.

o exemplo mais singelo de um mentor são os professores infantis. com respeito carinho e cuidado, eles orientam a criança pelo mundo das  descobertas. um indivíduo que deseja aprender também deve ser orientado com todo este aparato.

Todavia, é necessário entender que o papel do mentor é o de aconselhar, não o de socorrer ou de decidir. O mentor, assim como a professora infantil, não pode tirar a autonomia daquele a quem orienta.

Outro ponto importante é que o empreendedor entenda que empreender em sempre significa estar a companhado e não são todos os momentos que ele terá pessoas para dividir seus fracassos e sucessos.

01 – Acesso aos melhores empresários da história

Saiba que podes muito bem ter muitos empresários de sucesso como mentores, visto que eles estão “eternizados em livros, reportagens, entrevistas… e por incrível que pareça, na maior parte da vezes, você pode saber como eles reagiriam a determinado fato o situação.

Leia as suas biografias pois nelas estão contidas os seus erros e acertos.

02 – Você ainda não sabe, mas tem muitas coisas espetaculares acontecendo

Se você consegue se deslocar para eventos onde geralmente as pessoas se reúnem para objetivos comuns como negócios, participe! Geralmente muitos eventos como estes são patrocinados por faculdades, governo e outras instituições afins que podem ser grandes oportunidades para conhecer pessoas e encontrar aquela pessoa certa para ser o seu mentor.

03 – Tome cuidado com mentores apresentados pela impressa (verifique sempre a biografia e capacitação)

Geralmente algumas pessoas se destacam na imprensa pelo seu recente trabalho ou destaque, mas certifique-se de consultar todo o potencial e histórico desta pessoa para que este sinal de mentoria não seja algo passageiro.

Existem pessoas que fazem apenas uma coisa interessante em toda a sua vida e depois caem no esquecimento pois na verdade aquele feito não foi mérito delas.

04 – Utilize as redes sociais

A internet possibilitou que muitas pessoas com interesse comum se conectassem. aproveite esta facilidade e procure os empresários que você admira e procure segui-los nas redes sociais. é uma ótima oportunidade para ficar sempre informado de cada passo e aprender a cada estratégia aplicada ou evento proporcionado.

05 – Mentores espetaculares podem ser encontrados em cursos

Profissionais excelentes e experientes costumam dedicar parte de seu tempo a ensinar (docência). O seu mentor, pode estar mais próximo do que você imagina. Ele pode ser apresentado a você em um curso, na forma de um professor/orientador.

06 – Amigos empreendedores podem ser mentores

Se tens amigos empresários, não deixe de contacta-los. Essa experiencia vivenciada por outro no mercado compartilhado pode te render informações preciosas.

Dica extra: Acompanhar as reuniões de associassões de bairro podem render excelentes informações sobre as demandas regionais e encontrar as pessoas que poderão ser seus mentores no futuro.

Abraços a todos!

Economista Beatriz Iolanda peixoto de Freitas
#beatriziolanda
www.beatriziolanda.com
EMPREENDEDORISMO É O NOSSO FOCO!!!…

Fundo internacional abre segundo edital para projetos de empoderamento feminino

Apoiar organizações de mulheres que trabalham pelo empoderamento político, social e econômico do público feminino é o principal objetivo do Liderando desde o Sul (LFS), fundo criado para financiar e apoiar o ativismo pelos direitos das mulheres no Sul Global durante quatro anos, de 2017 a 2020.

Com uma primeira rodada de apoios realizada no período 2017 – 2018, estão abertas as inscrições para a segunda chamada de projetos, que será de 2019 a 2020. O LFS, implementado por quatro Fundos de mulheres – Fondo Mujeres del Sur na América Latina e Caribe; Fundo Africano para o Desenvolvimento das Mulheres na África e no Oriente Médio; Fundo de Mulheres da Ásia na Ásia; e Fórum Internacional de Mulheres Indígenas no nível global – é financiado pelo Ministério das Relações Exteriores dos Países Baixos.

Por isso, as propostas devem estar em conformidade com a política de igualdade de gênero e direitos das mulheres do Ministério de Relações Exteriores da Holanda e do seu Programa Diálogo e Dissenso, um fundo feminista que pretende contribuir para a concretização de duas prioridades da política holandesa: o avanço dos direitos das mulheres e da igualdade de gênero e o fortalecimento das organizações da sociedade civil.

Grupos, organizações e consórcios liderados por mulheres da América Latina e Caribe podem participar da chamada, desde que tenham propostas inovadoras e de alto impacto nos campos da defesa e promoção dos direitos das mulheres e da igualdade de gênero, consequentemente alinhadas com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 5.

Dentro desse escopo, o edital dará prioridade a iniciativas desenvolvidas em países vivendo crises democráticas, onde a integridade das ativistas esteja em risco, e também àquelas alinhadas com os objetivos do Decênio Internacional para as/os Afrodescendentes 2015 – 2024 da Organização das Nações Unidas, que tem como tema “Afrodescendentes: reconhecimento, justiça e desenvolvimento”.

Ações relacionadas diretamente a mulheres e meninas em situação de exclusão política, econômica, social, cultural e territorial também serão priorizadas.

Dentro dos temas direitos humanos das mulheres, feminismo, perspectiva de gênero e empoderamento das mulheres e diversidade de interseccionalidade, as propostas devem se encaixar em uma das quatro áreas temáticas prioritárias: 1) Liderança, voz-agência e participação política das mulheres; 2) Justiça econômica para as mulheres; 3) Violência contra as mulheres (VCM); e 4) Justiça ambiental e mudança climática.

Entre os critérios de seleção estão a experiência das organizações, a qualidade e pertinência do projeto e adequação e coerência do orçamento solicitado.

As candidaturas podem ser apresentadas em português, espanhol e inglês até o dia 18 de fevereiro a partir do preenchimento deste formulário. A partir de abril, as organizações selecionadas serão contatadas por e-mail e/ou telefone.

Todas as regras estão no regulamento do edital, disponível neste link. Eventuais dúvidas podem ser encaminhadas para o endereço liderando@mujeresdelsur.org até 7 de fevereiro.

Como tornar reuniões de trabalho mais produtivas

*Por Sofia Esteves, presidente do conselho do grupo Cia. de Talentos

Quantas reuniões eu tenho hoje? Você acha que esta frase parte da sua rotina? Pois bem, não adianta menosprezá-las. As reuniões fazem parte do nosso dia a dia e são essenciais para estabelecermos uma comunicação com a equipe e clientes. Quando são bem executadas por todos participantes, elas se tornam uma ferramenta importante para o bom andamento dos projetos e na resolução de problemas de forma coletiva, além de trazerem vantagens valiosas aos profissionais, por meio de um ambiente ideal para a troca de ideias e sugestões sobre um determinado assunto, abrindo espaço para que todos os participantes possam contribuir com opiniões e sugestões.

No final das contas, todos ganham com boas reuniões corporativas. Mas, a grande questão está na organização, na forma e na duração em que elas são feitas. Com a vida no ambiente de trabalho é atribulada é preciso otimizar os encontros na resolução de questões de forma planejada, estruturada e efetiva. As reuniões não precisam ser longas e cansativas, basta manter o foco e a produtividade e elas também contribuem na diminuição do stress, ansiedade e traz mais segurança e calma para a rotina profissional.

Vamos a algumas dicas que podem servir como guia:

– Desligue o celular
Sim, desligue. Um dos grandes motivos de reuniões sem resultados efetivos, são as distrações durante esse período e um dos principais motivos é o celular. Ele é uma desatenção constante, tirando o foco do tema principal. Tenham em mente que não serão alguns minutos que prejudicarão alguma tomada de decisão, além de ser falta de educação para quem está liderando a discussão.

Brasil – Receita Federal exclui 521 mil empresas devedoras do Simples Nacional

Receita Federal excluiu 521.018 micro e pequenas empresas que não quitaram os débitos com o Simples Nacional, regime especial de tributação para as pessoas jurídicas de menor porte.

Em setembro, 732.664 empresas haviam sido notificadas de débitos previdenciários e não previdenciários com a Receita e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. Quem não regularizou a situação foi excluído em 1º de janeiro.

As empresas excluídas devem R$ 14,46 bilhões ao Simples. Elas podem pedir a reinclusão no regime especial até 31 de janeiro, desde que quitem os débitos antes dessa data. A dívida pode ser paga à vista ou seguir o parcelamento ordinário, em até cinco anos, com pagamento de multas e juros.

A consulta à situação fiscal da empresa e os pedidos de regularização podem ser feitos por meio do Portal do Simples Nacional na internet.

Regime simplificado de pagamentos de tributos federais, estaduais e municipais, o Simples Nacional beneficia micro e pequenas empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano.

3 erros que fracassam teus negócios

Sua ideia de negócio começou genial, mas agora está indo para o buraco? Há uma boa chance de que a causa desse fracasso seja a briga constante com seus sócios. Pode ser também seu desconhecimento sobre a melhor forma de captar dinheiro para financiar a operação. Ou, ainda, algum obstáculo legal que você não estava esperando.

Essas são as razões mais apontadas por empreendedores e investidores para o fim das startups que criaram ou em que aportaram. O escritório de advocacia Nogueira, Elias, Laskowski e Matias (NELM) entrevistou 108 donos de empresas e investidores para elaborar o estudo Panorama Legal das Startups, que aponta os motivos de insucesso nos negócios inovadores e indica como superar tais obstáculos.

Confira, a seguir, os 3 erros mais comuns que fazem ideias geniais fracassarem:

 Desentendimento entre sócios

Cerca de 67% dos empreendedores acreditam que a maior causa de fracasso de sua startup é a discussão entre os donos sobre questões não definidas no contrato de sociedade. Essa percepção é reforçada pelos investidores. Cerca de 54% deles enfrentaram impasses societários com os fundadores, enquanto 46% disseram que o principal problema que viram em startups fracassadas foi a incompatibilidade dos sócios na hora de gerir o empreendimento.

Para fugir desse problema, documentos como o acordo de sócios e o memorando de entendimentos são essenciais independentemente do porte do negócio. Os papéis definirão, por exemplo, quais as responsabilidades de cada fundador; como será a divisão e a administração da sociedade; e quais são as cláusulas que impedem concorrência e vazamento de informações caso algum dono saia da empresa. Mesmo com tanta importância, apenas 46% dos empreendedores entrevistados assinaram um acordo de sócios.

 Falta de dinheiro (e de conhecimento)

Segundo o NELM, 57% dos empreendedores acreditam que a dificuldade em captar investimentos foi a causa do fracasso de sua startup, diante da falta de conhecimento sobre modalidades de arrecadação. Para 46% dos investidores, perceber que o empreendedor não sabe qual a melhor forma de conseguir dinheiro para sua startup inibe aportes.

É importante conhecer as diversas modalidades de captação porque elas podem significar maior ou menor proteção ao investidor e maior ou menor ingerência dele no negócio. Cerca de 54% dos investidores sofreram com a falta de informações sobre a melhor estrutura societária para a realização de seus investimentos, enquanto 38% destacaram que deveriam ter escolhido um modelo de tributação melhor.

Adquirir uma participação societária, por exemplo, é muito mais arriscado ao investidor do que um mútuo conversível ou uma sociedade em conta de participação (SCP), modalidades que garantem o não-envolvimento do investidor nos riscos decorrentes da atividade da empresa. “Investimentos mais seguros e com tributações adequadas poderiam impulsionar a captação de recursos pelas startups, fomentando o crescimento desse ecossistema”, afirma Eduardo Felipe Matias, sócio do NELM e coordenador do levantamento.

 Desorientação legal

Para 36% dos empreendedores, suas startups fracassaram por conta do desconhecimento da regulação a legislação específicas à sua área de empreendimento. Por isso, 46% dos donos de negócios entrevistados acreditam que a validação jurídica do modelo de negócio justifica até a contratação de uma assessoria no ramo.

Toda startup precisa de um planejamento jurídico, o que inclui pesquisar as normas aplicáveis à atividade exercida pelo empreendimento. A empresa talvez precise da autorização do poder público para operar, como o Banco Central no caso das fintechs ou da Anvisa no caso das startups de saúde.

Fonte: Exame
Link: https://exame.abril.com.br/pme/ideias-geniais-fracassam-por-3-erros-que-a-maioria-comete/