Aparecida de Goiânia – Maior número de motéis da América Latina

54_1Por Maione Padeiro

O município de Aparecida de Goiânia conquistou avanço significativo no desenvolvimento econômico Mais de 150 empresas de médio e grande porte foram atraídas para a cidade e isso tem provocado mudança positiva no cenário socioeconômico local. A população é diretamente e indiretamente beneficiada, seja por meio da geração dos empregos diretos, ou em forma de benefícios, como a pavimentação asfáltica, melhorias nas áreas de saúde, educação e outros serviços prestados pelo poder público municipal.

O objetivo é gerar empregos e divisas, minimizando o desequilíbrio social existente. Dos 15 mil empregos gerados no município devido a atração de novas empresas, mais de 5 mil foram efetivados por meio do Sistema nacional de Emprego (SINE) instalado no município e Aparecida de Goiânia.

Devido a grande demanda por áreas para instalação de novas empresas, a secretaria de Indústria e Comércio estima que houve crescimento do PIB do município entre 20% e 30%, resultado que está fazendo com que Aparecida seja reconhecida como um dos maiores pólos industriais do Estado de Goiás e da região Centro-Oeste.

O desenvolvimento de Aparecida de Goiânia decorrente da instalação de novas indústrias gera novos empregos, e melhora a arrecadação municipal. O resultado é revertido em obras e serviços, como a pavimentação de 1,2 milhão de m² de ruas e avenidas em cerca de 30 bairros na cidade.

A região do Santa Luzia  em Aparecida de Goiânia, abriga hoje uma extensa quantidade de motéis, contribuindo efetivamente para o desenvolvimento econômico social da região, como a geração de empregos, melhoria urbanística e referência comercial.

No Brasil, os motéis surgiram como locais para encontros amorosos na década de 1960, pois os hotéis não permitiam as estadias de curta permanência. Em alguns Estados, policiais da Delegacia de Costumes ficavam escondidos, contando no relógio o tempo de hospedagem de um casal e, na saída, autuavam os amantes e o estabelecimento por crime contra os costumes.

Para fugir à vigilância policial, empresários do ramo foram buscar inspiração nos Estados Unidos. O primeiro estabelecimento do gênero teria sido construído em 1968, em uma estrada do município de Itaquaquecetuba, em São Paulo: o Motel Playboy.

Em Aparecida de Goiânia, os motéis foram chegando na gestão do então prefeito Dr. Freud de Melo, criador dos setores vila Santa e Nossa senhora de Lurdes e foi tomando espaço, forma e trazendo desenvolvimento para a Região do Santa Luzia pouco habitada na época. Hoje, a referida região abriga aproximadamente 17 bairros e a maior concentração dos motéis é na Vila Santa e Vila Nossa Senhora de Lourdes nas proximidades da BR 153.

Conforme informações, a Região do Santa Luzia, onde há a maior concentração de motéis do país, em relação ao número de habitantes, segundo a Associação Brasileira de Motéis (ABMotéis). Com grande número de moradores, a cidade da região metropolitana tem mais de 53 estabelecimentos registrados, que engloba bairros como Jardim  Bela Vista, Vila Brasília, Vila Santa e Nossa Senhora de Lourdes, onde está a maior suíte do Brasil, de acordo com dados da ABMotéis.

Citamos com muita alegria, alguns motéis que alavancam a economia aparecidense e principalmente a economia da região do Sítio Santa Luzia. Temos os Moteis, Vison, Goiás, Vips, Dunas, Emoções, São Paulo, Aphrodite, Solarium, Memphis dentre outros, são referências.

Todos contribuem com toda a população local, com os empregos de copeiras, camareiras, vigilantes, cozinheiras, recepcionistas e outros. A Região Sítio Santa Luzia tem desenvolvido muito com novos empreendimentos como comércio, galpões e novos motéis. A economia local tem sido destaque em âmbito municipal, e motivo de atenção dos governos, vez que, o desenvolvimento chegando, novas parcerias, novas perspectivas chegam a todo o tempo.

Estamos felizes em poder destacar a economia do setor moteleiro em Aparecida de Goiânia, uma luta de muitos anos por melhorias e melhores condições para nossa gente, luta  a qual participei intensamente desde quando integrava a Gestão de Heribaldo Egidio na ACIAG, como diretor da Região do Santa Luzia.

Parabenizo todos os empresários do setor moteleiro pela confiança e pela motivação para o real desenvolvimento econômico aparecidense. Razão pela qual temos orgulho em destacar os projetos, inovações, parcerias do setor.

1377495_554186097982870_824918380_n Maione Padeiro é advogado, presidente da ACIAG JOVEM e colaborador do Portal BEATRIZ IOLANDA.