O comércio atacadista em Aparecida de Goiânia

459640-atacadistas-em-sp-enderecos-2Por Maione Padeiro

A origem do comércio atacadista teve início na Europa, propriamente no término da Idade Média, quando surgira de fato distribuidor capitalista responsável pelo fornecimento de produtos para todos os países. O comércio em massa nascia e mal sabia o quanto iria progredir.

Logo com as grandes navegações, houve maior repartição e variedade do que podia ser comercializado. A venda por atacado torna-se essencial e de grande importância no comércio, pois sua operação é justificável e viável economicamente.

A venda por atacado é um segmento necessário pra a movimentação mercadológica do comércio, mesmo porque cumpre a função de intermediário entre fabricantes e lojistas. Cria de fato um elo entre os consumidores e empresários, contribuem para otimizar a economia de determinado local.

O atacado pode ser compreendido através do perspectiva de ser uma contribuição prestada com tamanha importância no processo de distribuição. O comércio atacadista se destina à comercialização de determinados produtos em grande quantidade, condicionado como intermediário entre os fabricantes, varejistas e consumidores.

Atacado inclui todas as atividades envolvidas na venda de bens ou serviços para aqueles que compram para revenda ou uso industrial. Mas podemos chamar de atacadistas aquelas empresas envolvidas principalmente na atividade de atacado.

Os atacadistas desempenham muitas funções, inclusive venda e promoção, compra e formação de sortimentos, quebra de lote, armazenamento, transporte, financiamento, riscos, informações de mercado e prestação de serviços de administração e consultoria.

É muito importante o desenvolvimento econômico de uma região, através da economia é que iremos contribuir para o surgimentos das empresas, a vinda de novos negócios, novas parcerias em torno do mercado de giro, mais empregos, enfim crescimento sem medidas em prol de todos.

Aparecida de Goiânia comporta grandes atacadistas. Segundo levantamento, em 2013, o Makro registrou faturamento totalizando 7,4 bilhões de reais. Há pelo menos cinco anos, o Makro lidera o ranking das maiores redes de atacado no Brasil elaborado pela Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados (Abad), em parceria com o Nielsen.

Destacamos também a JC Distribuição, cuja receita superou um bilhão de reais, demonstrando a força da economia aparecidense. O setor cresceu 4,4%, atingindo vendas de 197,3 bilhões de reais, de acordo com dados da Abad.

Isto é, investimentos e parcerias inovadoras para efetivar o crescimento no município, na cidade. A classe empresarial se mantém unida para apoiar projetos e benefícios que a longo e médio prazo irão beneficiar toda a população.

1377495_554186097982870_824918380_nMaione Padeiro é advogado, presidente da ACIAG JOVEM e colaborador do Portal BEATRIZ IOLANDA