GOIÁS – Estado vai investir R$30 milhões em Arranjos Produtivos Locais

C070884_t2O governador Marconi Perillo assinou decreto determinando à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação  providências no sentido de adquirir laboratórios de análise e certificação, de equipamentos e promoção de cursos de qualificação profissional e transferência de tecnologia, visando promover o desenvolvimento dos arranjos produtivos locais – APL – de várias regiões do Estado de Goiás. A assinatura do ato teve lugar no Auditório Mauro Borges do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, durante cerimônia que contou com a participação de autoridades públicas e acadêmicas, além de representantes do comércio e da indústria.

O governo  vai investir R$12,79 milhões em 12 APLs em todo o Estado. Serão aplicados recursos nas APLs de confecção de Jaraguá, Catalão, Pontalina, Itaguaru e Itapuranga; os APLs lácteos de São Luiz dos Montes Belos, de Formoso e de Formosa ( confecção), o APL de apicultura da Região Norte, o APL de Tecnologia da Informação de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis e o APL de bananicultura de Buriti Alegre.

Os APLs que receberão os investimentos reúnem, juntos, mais de 11 mil pequenas empresas que empregam mais de 83 mil trabalhadores em 64 municípios goianos. Até o final do próximo ano  serão investidos mais R$17 milhões, somando mais de R$30 milhões. Parte desse montante, R$19 milhões, foi obtida pelo Governo do Estado junto ao Banco do Brasil  e os recursos já foram depositados à conta do Fundo de Ciência e Tecnologia, gerido pela Sectec.

Para se ter uma ideia da importância prática desses investimentos, o governador exemplificou os ceramistas do Norte, que produzem telhas e tijolos. Ele não podem, ainda, vender seus produtos ao programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, por não terem certificação. Quando seus produtos passarem a ser analisados pelos laboratórios da Sectec, que os certificarão, eles terão acesso a um mercado consumidor bem mais amplo.

Esses investimentos, portanto, visam aumentar a produtividade e  a renda dos pequenos empresários envolvidos nas APLs, conforme ressaltou o governador. O secretário Mauro Fayad, da Sectec, lembrou em seu discurso que as APLs já têm, hoje, grande relevância MAT_0659econômica. Citando Raúl Prebish, economista argentino fundador do CEPAL e, junto com Celso Furtado, um dos teóricos do chamado “nacional-desenvolvimentismo”, é importante que o poder de Estado atue “nas franjas da economia”, estimulando seus agentes a aumentar a produtividade e a competitividade. O artesão de hoje pode ser o capitão de indústria de amanhã.

Por fim, o governador anunciou que, a partir do próximo ano, será implantado em todos os sites de órgãos estaduais na internet um novo serviço de informação por voz. A Sectec está desenvolvendo um software de inteligência artificial que permitirá a prestação de informação por voz em tempo real. “Isto se dá em função da preocupação com a eficiência crescente do Governo do Estado na oferta de serviço ao usuário”, disse Marconi. “As pessoas que pagam impostos merecem um governo cada vez mais comprometido com a eficiência”, declarou o governador.

Inveestimentos em APLs

São os seguintes os investimentos em APL anunciados pelo governo estadual:

APL de tecnologia da informação – R$2.200.000,00

APL Lácteo de São Luiz de Montes Belos – R$1.3000.000,00

APL lácteo de Formoso – R$R$560.000,00

APL lácteo de Formosa – R$450.000,00

APL de confecção de Catalão – 1.800.000,00

APL de confecção de Jaraguá – R$1.800.000,00

APL de confecção de Itapuranga – R$1.200.000,00

APL de confecção de Itaguaru – R$480.000,00

APL de cerâmica vermelha – R$1.400.000,00

APL de apicultura do Norte – R$300.000,00

APL de bananicultrua de Buriti Alegre – R$150.000,000

Total: R$12.790.000,00

Fonte: Goiás Agora
Link: http://www.goiasagora.go.gov.br/estado-vai-investir-r30-milhoes-em-arranjos-produtivos-locais/#sthash.qaqUOd44.dpuf